• Da pré-história dos quadrinhos ao pós-modernismo gibístico!

    ROM - O Cavaleiro do Espaço: Completo (Pt)



    ROM | CBR | 74 Ed. + 4 Anuais | Mediafire

    Os leitores mais experientes (chamar de antigos ou velhos é cachorragem) devem lembrar deste personagem que marcou época por aqui em terras tupiniquins nos idos anos 1980.

    O mundo é por vezes presenteado com duas pessoas que, sendo das melhores naquilo que fazem, conseguem se exceder ainda mais na companhia uma da outra, proporcionando-nos com isso uma dupla que ficará sempre na história. Isto acontece em diferentes campos da nossa vida, seja no futebol com um Romário-Bebeto, seja na música com um Lennon-McCartney ou ainda no mundo dos quadrinhos com um Lee-Kirby

    Hoje, com muito orgulho trago o trabalho de uma dupla que produziu várias revistas de qualidade, quer na arte visual, quer no argumento ali apresentado. A dupla em questão é formada pelo escritor Bill Mantlo e pelo artista Sal Buscema. Estes dois, além de terem produzido uma das melhores fases de sempre do Incrével Hulk, foram os responsáveis para transpor e criar para o mundo das revistinhas as aventuras de um brinquedo que era produzido àquela altura, Rom, o Cavaleiro do Espaço.

    ROM teve um único volume com 75 edições e quatro anuais publicados pela "Casa das Idéias" e uma mini em cinco edições publicada na década de 2000 chamada "Spacenights" (essa ainda vou ficar devendo, POR ENQUANTO).
     Para quem não lembra, um breve resumo via Wikipedia:
    "Rom nasceu há cerca de 200 anos terrestres no planeta Gálador, lar de uma pacífica civilização no auge de sua prosperidade. Sendo a guerra, a pobreza e a doença algo praticamente esquecido os galadorianos decidiram enviar uma frota de naves para percorrer toda a galáxia, partilhando sua tecnologia e princípios de vida com outras civilizações.
    Os galadorianos foram bem recebidos em todos os mundos que chegaram, mas ao penetrarem na misteriosa Nebulosa Negra pela primeira vez foram emboscados uma armada de naves guerreiras. Essas naves pertenciam ao Espectros (dire wraiths), uma civilização hostil de seres metamorfos, que combinavam alta tecnologia e magia negra e pretendiam conquistar toda a galáxia. Após uma feroz batalha, os Espectros destruíram toda a frota galadoriana invocando um gigantesco demônio espacial chamadoAsa da Morte (deathwing). Antes de morrer o comandante da frota conseguiu enviar uma mensagem para Gálador alertando do perigo que os Espectros representavam.
    O Conselho de Gálador, tomando conhecimento da tragédia, iniciou medidas para se defender e livrar a galáxia da sombra conquistadora dos espectros. Desenvolveram armas de defesa avançadíssimas, sendo as principais o Projetor do Limbo, uma devastadora porém não letal arma que bania os atingidos por seus raios para a dimensão etéra do Limbo, onde ficariam presos por toda a eternidade. Além dele, criaram poderosas armaduras capazes de dotar seus usuários de incríveis poderes, mas que custavam a eles sua humanidade, ao torna-los mais máquinas do que homens. A cirurgia para ligar alguém a essas armaduras era irreversível e o sacrifício exigido dos seus usuários era enorme. Por isso, o Conselho pediu voluntários incapaz de forçar alguém a tal ato de despreendimento heróico.
    Rom foi o primeiro cidadão de Gálador a se oferecer para a transformação. Com seu exemplo, milhares o seguiram. Eles se tornaram os Cavaleiros Espaciais de Gálador. Cada um recebeu uma armadura diferente, dotada de poderes especiais para cada galadoriano. Sem perda de tempo os Cavaleiros partiram para a Nebulosa Negra. A guerra foi violenta e terrível. Centenas de cavaleiros pereceram. Mas com determinação e coragem destruíram a maior parte das naves dos Espectros e suas bases nos mundos da Nebulosa. Na batalha final, Rom, que havia se destacado como grande líder e herói dos cavaleiros espaciais, conseguiu destruir Asas da Morte.
    Um grande número de espectros, porém, haviam fugido da derrota na Nebulosa Negra e se espalhado por milhares de mundos,usando seus poderes metamórficos para conquistar e usar esses mundos como armas em uma guerra de vingança contra Gálador. Rom e os demais cavaleiros, então, partiram em uma busca centenária por toda a galáxia, encontrando e banindo os malignos espectros antes que pudessem realizar seus planos.
    Dois séculos de lutas depois, o Sensor de Rom localizou uma grande colônia de Espectros na Terra, onde as criaturas haviam assumido a forma de humanos e se infiltrados em postos-chave por todo o planeta. Chegando a Terra, Rom passou a eliminar sistematicamente os malignos feiticeiros espaciais. Porém, seus atos foram durante muitos anos confundios com assassinato de pessoas inocentes, e sua aparência robótica provocava medo e desconfiança. Por isso, era constantemente perseguido pelas autoridades terrestres e os super-heróis, que o consideravam um "invasor alienígena". Durante muito tempo, seus únicos aliados foram os jovens Steve Jackson e Brandy Clarck, que acabou se apaixonando pelo nobre Cavaleiro Espacial, embora seu amor nunca pudesse voltar a ser um homem real.
    Finalmente, Rom convenceu os heróis da Terra da ameaça representada pelos invasores espectros, e, em uma grande batalha final, baniu os últimos transmorfos para o Limbo, retornando em seguida para Gálador na esperança de ter sua forma humana restaurada."

    Para os interessados em uma ótima (a melhor) matéria sobre o Cavaleiro do Espaço, acesse agora mesmo o site FANBOY.

    Sem mais delongas, clique nas capas e baixe este clássico dos gibis.
    Tradução e letras: GibiHq

    OBS: A ÚLTIMA EDIÇÃO ESTÁ EM INGLÊS (temporariamente)




    Anual #1     Anual #2     Anual #3     Anual #4

    7 comentários:

    Anônimo disse...

    Cara, você é o meu herói! Sou um daqueles leitores experientes que você citou no começo do post e sempre adorei o ROM, reler as histórias foi como voltar à minha infância, parabens pelo post e muito obrigado!

    Um detalhe, se você pudesse corrigir ficaria perfeito, a partir do número 17, os links estão terminando em "%20target=_blank" e isso está impedindo de fazer o download, só estou conseguindo baixar retirando manualmente esse pedaço depois do %20.

    Mesmo assim, excelente post!!!

    Seu blog é 1000, achei HQs ótimas aquí!!!!!

    Meus parabens!!!

    Marcelo Caetano

    KOMIKER MASTER disse...

    Obrigado pelo aviso e pelos elogios.
    Links corrigidos. Sabe como é, pra colocar mais de 80 links tive que criar um sistema automático, que acabou deando esse errinho hehe.
    Bom, continua acessando o Komikerbr que vai ter muita coisa nova nos próximos dias.

    att.

    Reinaldo disse...

    muito obrigado,leio hqs desde meus sete anos e rom marcou minha!!!

    Anônimo disse...

    Obrigado pela postagem, eu comprava o gibi do Hulk mais pelas histórias do Rom e não tinha lido a saga toda, uma pena que nos números finais os roteiros e arte tenha piorado, isso na minha opinião, claro.
    Muito obrigado pela postagem.

    joalfa666 disse...

    Caro Komiker, só tenho a agradecer pela postagem maravilhosa com gosto de infância sobre o ROM. Agora, pra colaborar, segue o link pra edição 75 em português. Abraço

    http://www.mediafire.com/?4udhi4qxkobwscb

    Anônimo disse...

    Rom é sensacional. Bill Mantlo e Sal Buscema não tem prá ninguém!
    Muito obrigado pelo esforço em fazer este material.
    Fábio

    Reinaldo disse...

    sou muito agradecido a vcs do komikerbr!!completei minha coleçao!!!!voltei a minha infancia,onde me divertia muito lendo rom!o trabalho de vcs e' excelente,muitissimo obrigado!!!

    Em algum lugar do passado...

     

    Sobre o Komiker Master

    Komiker Master é o líder supremo de todo Universo Komiker, que engloba a lua KULTURA KOMIKER, o repositório de links HDs KOMIKER e o KALENDÁRIO DOS QUADRINHOS (em fase de conclusão). Além disso, ele o único portador a espada prata que singra o espaço e que deixa até o Chuck Norris com medo quando escuta o tão famoso e temido WAAAAADJÁÁÁÁÁ

    Selo de Qualidade

    Missão

    Levar informação, cultura e principalmente entretenimento aos que não possuem formas de tê-lo fisicamente, então vai virtualmente mesmo.